Abav promove evento online para marcar a retomada dos negócios em turismo

Publicidade

Entre os dias 27 de setembro e 2 de outubro a Associação Brasileira de Agências de Viagens (Abav) realiza o Abav Collab, evento totalmente gratuito que trará diversas atividades virtuais de capacitação e uma plataforma repleta de tecnologia que auxiliará na retomada dos negócios do setor de turismo. As inscrições podem ser feitas a partir do dia 21 de agosto.

A expectativa é de que o número de participantes supere os 60 mil, o dobro do público registrado na edição da Abav Expo do ano passado. Uma das maiores feiras de turismo do Brasil, a tradicional Abav Expo, que ocorre presencialmente todos os anos, teve que ser adiava para 2021 em decorrência da pandemia do novo coronavírus.

Segundo a presidente da Abav, Magda Nassar, o Abav Collab simboliza a volta das movimentações turísticas no país. “É um formato super criativo que irá marcar a retomada real do turismo e de tudo que a gente faz nessa semana do Collab. É um evento que tem uma plataforma virtual muito parruda que traz tudo que a gente encontra dentro da Expo. Esperamos uma média de 100 a 150 estandes”, destacou.

O evento promove a colaboração, onde profissionais e futuros profissionais do turismo poderão estar juntos em uma programação cheia de capacitações, networking, palestras, ted talks, tutoriais, atrações musicais, stand ups, além de eventos simultâneos promovidos pelas demais entidades participantes.

Além da plataforma online, o evento terá uma parte presencial que será realizada em formato drive-in. Outra novidade será a disponibilização de um programa de recompensas para os expositores que consistirá na troca de pontos – adquiridos em atividades realizadas durante o Collab – por benefícios.

O Ministério do Turismo participará do evento e foi um dos elogiados pela presidente da Abav. “O MTur tem sido sensacional com o mercado inteiro. Todas as nossas vitórias e pleitos começam e terminam ali. A parceria tem sido importante. A gente tem um trabalho hoje de mãos dadas”, pontuou Nassar.

Fonte: Ministério do Turismo