Abertura da II Semana Paranaense da Memória Ferroviária

Publicidade
A abertura da II SEMANA PARANAENSE DA MEMÓRIA FERROVIÁRIA foi marcada pela presença de municípios, instituições, órgãos governamentais e representações de países vizinhos, ligados a temática ferroviária. No ato inicial foi respeitado um minuto de silêncio em homenagem a memória nacional, que sofreu uma grande perda com o sinistro ocorrido no Museu Nacional. Márcio Assad em sua alocução preliminar, lembrou que em nosso dia a dia estamos perdendo uma parte de nossa memória em “doses  homeopáticas” e a tragédia ocorrida na Quinta da Boa Vista foi uma ” overdose”, fruto do descaso com a história e a memória brasileira. “Eventos como a semana paranaense da memória ferroviária, que já na sua primeira edição mostrou a que veio, são uma forma de resistência a este brutal crime de lesa pátria,  perpetrado dia a dia contra  a memória de nosso país. A partir do evento do ano passado criaram-se centros de memória, imóveis ferroviários que estão sendo recuperados, parcerias em prol da causa foram consolidadas e o exemplo mais eloquente foi a iniciativa do trem natalino RUMO/ABPF e os passeios de sucesso,  nos três estados do Sul com a “Maria Fumaça”, depois de 20 anos de espera inquieta”, completou Assad.
O evento seguiu com as palavras de acolhida pelo diretor da BPP-Biblioteca Pública do Paraná Rogério Pereira e o lançamento do livro “MEMÓRIA DA ESTAÇÃO”, de Viviane Caliskevstz, que discorreu sobre a obra, também tendo seu momento de autógrafos. A palestra magistral foi proferida pelo Presidente do IHG-PR, Instituto Histórico e Geográfico do Paraná, Dr. Paulo Roberto Hapner, que discorreu sobre os primórdios da ferrovia no Brasil, até chegar a construção do TPS – Tronco Principal Sul.
A ação também contou com ampla cobertura jornalistica, inclusive com a entrada de link ao vivo pela TV E-Paraná. Após o final oficial do evento, houve uma reunião técnica entre os municípios e os coordenadores operacionais do Trem Natalino 2018: RUMO/ ABPF, que foi um verdadeiro fenômeno de público e repercussão midiática, que extrapolaram as fronteiras nacionais.
A programação da  II SEMANA PARANAENSE DA MEMÓRIA FERROVIÁRIA segue até quinta-feira dia 13, confira:

 

11/09 – Biblioteca Pública do Paraná – Auditório (Local)
18:00 COMUNICADO – UNIFER – PALESTRA COM A HISTORIADORA DRA. GRASIÉLE APARECIDA DA COSTA FERREIRA PETERS COM TITULO: A MEMÓRIA DO TRABALHADOR NA CONSTRUÇÃO DO PATRIMÔNIO FERROVIÁRIO. PALESTRANT
18:30 PALESTRA COMANDANTE DO 1º BATALHÃO FERROVIÁRIO  TEN CEL ENG CLEBER MACHADO ARRUDA COM A TEMÁTICA: TRONCO PRINCIPAL SUL – PARTICIPAÇÃO DO EXERCITO BRASILEIRO
12/09 – Biblioteca Pública do Paraná – Auditório (Local)
18:00 COMUNICADO – ARQUIVO HISTÓRICO ARCHELAU DE ALMEIDA TORRES HISTORIADORAS CRISTIANE PERRETO E LUCIANE CZELUSNIAK OBRZUT ONO
18:30 PAINEL DRA. ANDREA MERCALDO DA RUMO LOGISTICA COM A TEMÁTICA: TRENS CULTURAIS EVENTUAIS
13/09 – INSTITUTO HISTÓRICO GEOGRÁFICO DO PARANÁ (Local)
18:00 COMUNICADO – CENTRO DE MEMÓRIA DA LAPA MÁRCIO ASSAD
18:30 PALAVRA DO PRESIDENTE ACOLHENDO OS PRESENTES
18:45 ENTREGA DO TROFÉU TIREFOND DE OURO À EMPRESA RUMO LOGÍSTICA.