Karina Zapata ministra workshop para representantes da região Corredores das Águas

Publicidade

Na manhã desta quarta-feira (16), cerca de 42 pessoas estiveram presentes no Workshop Turismo de Experiência através da Economia Criativa, promovido pela ação conjunta da RETUR, SEBRAE, Fecomércio e Paraná Turismo. A ação online tem como objetivo fomentar o desenvolvimento da Economia Criativa na Região Corredores das Águas, além de ser um trabalho de fortalecimento de todas as IGR’S do Paraná.

A mediação foi realizada por Karina Zapata, empreendedora Social do RECRIA e Consultora do Instituto de Assessoria para o Desenvolvimento Humano. Entre os participantes representantes da região Corredores das Águas e das entidades parceiras, além de pessoas de diversas partes do Brasil.

A ação apresentou diversos exemplos de turismo criativo, como a Ilha de Deus, Zona Especial de Interesse Social (ZEIS), no Recife, entre os bairros da Imbiribeira e Pina, cercada pelos rios Jordão, Tejipió e Pina. A Ilha é uma comunidade de pescadores que habitam o lugar há cerca de 60 anos e que vivem, na sua maioria, da pesca do Sururu e cultivo do camarão orgânico, já que o local é um dos maiores manguezais urbanos do Brasil. “A Ilha é um grande exemplo de inovação e criatividade. No local as pessoas conhecem e passam a respeitar a cultura local. O Turismo Criativo se faz com experiências onde os turistas interagem, participam. Isso causa uma afinidade maior com o local”, explica Karina.

Um dos principais pontos apresentados no Workshop, segundo Karina, é a necessidade das pessoas estarem em rede. “Na rede tudo fica junto, a opinião das pessoas, diante suas competências, são ouvidas. O processo de aprendizagem em rede é ágil. É a combinação de competências que aumenta repertórios, promove melhorias e diferenciação no mercado”. A mediadora ainda salientou a necessidade de protagonismo na região. “Não é o dinheiro que vai desenvolver os municípios, o desenvolvimento depende da capacidade local de aprendizagem, identificando os potenciais culturais, sociais. Todas os representantes dos municípios, empresários ou não, são responsáveis em criarem oportunidades. Só assim o município vai avançar. Precisamos de liderança, para promover projetos inovadores para destacar os territórios”.

Ao final da apresentação, com a palavra, Wanda Pille, presidente da RETUR, afirmou que o trabalho da IGR é para o bem coletivo. “O Turismo precisa ser compartilhado e o nosso sonho é deixar um legado às localidades. O Workshop foi inspirador”, encerra.

Em breve o vídeo completo do Workshop estará disponível no canal do YouTube da RETUR.