Mapa Nacional do Turismo é tema de reunião com representantes da região Corredores das Águas

Publicidade

Representantes dos municípios de Cianorte, Querência do Norte, Ivaté, Iguaraçu, Brasilândia do Sul, Colorado, Sarandi, Flórida, Nova Londrina, Jardim Olinda, Porto Rico, Inajá, Maringá e Terra Rica se reuniram, juntamente com os responsáveis da Paraná Turismo e da Rede de Turismo Regional (RETUR), na manhã desta quinta-feira (04) no Sebrae de Maringá, para discutir os novos critérios do Mapa Nacional do Turismo para 2019.

A ação, que marca a celebração da Semana do Turismo Regional, foi ministrada por Deise Bezerra, coordenadora nacional do Programa de Regionalização do Turismo e Diretora Técnica da Paraná Turismo.

Sobre as mudanças no Mapa Nacional do Turismo, Deise explica a necessidade de um Conselho Municipal de Turismo, participação na Instância de Governança Regional (IGR) e a validação do município no Cadastur – Cadastro de Prestadores de Serviços Turísticos do MTur. “O nosso maior desafio é manter a sustentabilidade dos municípios. Então, são critérios que marcam maior participação dos municípios na gestão do turismo, trazem mais visibilidade ao turismo municipal e acesso a recursos federais”.

De acordo com Wanda Pille, presidente da RETUR, de novembro a março será feito o novo cadastramento no Mapa e é por isso que todos representantes precisam estar cientes das novas regras. “O que almejamos é dar suporte aos municípios da região Corredores das Águas nesta empreitada, fazendo com que todos ganhem mais força e, consequentemente, se elevem na categorização do Ministério do Turismo”.

A presidente ressalta que há uma grande preocupação, por parte da entidade, na conscientização dos municípios em seguirem as mudanças para estarem no Mapa Nacional do Turismo. “Mas vamos trabalhar com a competência de todos”, completa. Para Jacó Gimennes, presidente da Paraná Turismo, é preciso fazer a diferença no cenário turístico do Brasil, “por isso temos que ser positivos com relação a participação de todos os municípios nesta nova empreitada”.

Segundo Sandra Aparecida Frauches, Diretora de Turismo de Terra Rica, as reuniões promovidas pela RETUR são importantes ferramentas para a organização e orientação aos municípios. “Já estamos trabalhando para atender todos os novos critérios. Nosso Conselho Municipal do Turismo foi criado em 2002 e agora vamos reativá-lo, para criar realmente um grupo atuante. Além disso, vamos trabalhar para envolver todo o trade turístico de Terra Rica para avançar com o turismo no município”.

Os municípios que não puderam comparecer ao encontro, a RETUR ou o Departamento de Regionalização da Paraná Turismo estarão disponíveis para mais informações.