Maratona ‘mostra’ Maringá

Publicidade

por Luiz de Carvalho – O Diário

Já tem data, hora e roteiro a realização da 1ª Maratona Internacional de Maringá, que deverá reunir cerca de 5 mil corredores de todo o Brasil, podendo contar, inclusive, com atletas com experiência em maratonas de vários países. A competição será no dia 29 de julho de 2018.

As definições foram anunciadas ontem à noite na prefeitura, após várias reuniões de líderes de grupos de corrida com técnicos das secretarias municipais de Mobilidade Urbana (Semob), Esportes e Turismo. O prefeito Ulisses Maia (PDT), que chegou a participar de uma das reuniões, determinou que todo apoio fosse dado para que Maringá finalmente possa ter sua maratona.

“Maringá tem muitas corridas de rua durante o ano, cada uma reunindo milhares de corredores de várias cidades, mas todas acontecem no mesmo local”, disse o coordenador do Grupo de Corridas Coiotes Running, Genivaldo Menezes, o Ratinho, que há muitos anos luta pela criação de uma maratona. “Há algum tempo a prefeitura concordou, mas a área escolhida para a corrida foi o Setor 10, onde só há os esqueletos das antigas indústrias de algodão, como a Sanbra, ao passo que quem vem de outros Estados para correr quer ver o
que a cidade tem de melhor”.

A luta de Ratinho deu resultado. O prefeito determinou que o roteiro de 42 quilômetros passe pelos locais mais bonitos da cidade, “para que os visitantes levem a melhor imagem de nossa cidade”.

Assim, a corrida começará na praça em frente ao antigo aeroporto, na Avenida Gastão Vidigal, segue para o Centro, passa pela Catedral, os dois bosques, Parque do Japão, indo até a Zona 5 e retornando ao aeroporto velho. Além da maratona de 42 quilômetros, haverá opção para corridas de 5 mil, 10 mil e 21 mil metros, em sistema de revezamento.