Maringá integra comissão do Ano da Gastronomia do turismo em todo Paraná

Publicidade

Na tarde de ontem (05), a comissão organizadora do Ano Temático da Gastronomia Paraná – Turismo Gastronômico – se reuniu, em Curitiba, para alinhar as diretrizes que direcionarão o trade turístico no próximo ano.

O marco foi publicado no Diário Oficial do Paraná (portaria número 4/20180), em 11 de outubro, e apontou a criação de um grupo gestor, tendo como presidente Beto Madalosso, empresário e chef do conceituado da Forneria Copacabana.

Convite

Convidada pela presidente da Rede de Turismo Regional (RETUR), Wanda Pille, e pela jornalista da Gazeta do Povo, Jussara Voss, Deborah Kemmer, presidente da Abrasel – Associação Brasileira de Bares e Restaurantes – e da Associação dos Lojistas do Mercadão de Maringá, também proprietária do Boteco do Neco, assumiu a representação de Maringá na Comissão Consultiva do Ano Temático da Gastronomia Paraná.

“Juntos, o Paraná pode fazer a diferença e mostrar o que tem de precioso, apresentando desde o interior à capital e arredores o que o Estado tem qualidade e suas tendências. Vamos usar esse espaço na comissão para discutir a nossa cultura e os desafios que a própria gastronomia oferece todos os dias”, afirma Deborah.

Reunião

A reunião ordinária foi organizada pelo Conselho Estadual de Turismo (Cepatur) e pelos representantes convidados para integrar o conselho. Na ocasião, os participantes tiveram a oportunidade de conhecer uma nova tendência gastronômica: o Locavorismo.

A ideia consiste em consumir apenas alimentos produzidos por produtores locais. Sendo considerada consciente e sustentável, ao tempo que fomenta a economia local e ajuda na preservação do meio ambiente.

Na gastronomia, diversos chefs conhecidos praticam o consumo local, resgatando os sabores dos alimentos produzidos por pequenos agricultores. No Brasil, um exemplo é o chef Alex Atala, que incentiva jovens profissionais e projetos de terceiro setor no país.