Cianorte

Publicidade

Situada na região noroeste do estado, a 510 km de Curitiba e a 70 km de Maringá, Cianorte encanta o visitante. Dona de uma das maiores florestas urbanas do país, com 523 hectares, oferece espaços para trilhas e caminhadas, além de cachoeiras e rios, na área rural.

A Reserva das Perobas, unidade de conservação de onze mil hectares abrange parte dos municípios de Tuneiras do Oeste e de Cianorte, que fazem dela a segunda maior floresta urbana do Brasil, ficando atrás apenas da lendária Floresta da Tijuca, no Rio de Janeiro!, ela abriga mais de 300 espécies de plantas e diversas espécies de animais silvestres, algumas ameaçadas de extinção.

Quem passa pela rodovia PR-323, de longe percebe que está na Capital do Vestuário. O Portal da Moda do Paraná, um projeto do arquiteto cianortense Luiz Herrera que elaborou um grande cone, com um zíper em aberto cruzando a rodovia, sustentado por uma agulha e um alfinete. Em toda a extensão há uma linha. E simbolizando todos os trabalhadores do setor, uma manequim.

Para construí-lo, foram necessárias 31 toneladas de ferro e concreto.  O monumento conta com sofisticada iluminação noturna.

Fundado em julho de 1953, destaca-se por sua qualidade de vida, planejamento urbano e participação no cenário da moda nacional. A cultura cafeeira foi quem impulsionou a economia cianortense até os anos 1970, quando novas culturas passaram a ser utilizadas, diversificando, assim, a agricultura da cidade, e futuramente passou a contar com industrias, principalmente com a do vestuário que conta com centenas de grifes reconhecidas nacionalmente.

Deixando a vocação agrícola um pouco de lado a cidade passou a investir no Setor de Confecções. Empresários, comerciantes e antigos produtores compraram máquinas de costura, construíram fábricas e empregaram mão-de-obra, que mesmo sem qualificação, aprenderam rapidamente o novo ofício e buscaram técnicos e instrutores especializados e instalaram na cidade vários cursos visando a especialização da mão-de-obra. O resultado de tanto empenho veio rápido.

Os eventos em devoção aos padroeiros, mobilizam milhares de fiéis e também para a caminhada no Dia de Nossa Senhora Aparecida e para a tradicional Festa Junina da Paróquia Sagrado Coração de Jesus

 

Dicas

Santuário Eucarístico: O Santuário Eucarístico Diocesano e Paróquia Nossa Senhora de Fátima, ao lado do bosque de vegetação nativa. A atual obra arquitetônica em arcos conta com vários sinos, sendo um deles de mais de 2 toneladas. Começou a ser construída em 1966 e quatro anos depois substituiu a pequena capela de madeira construída na década de 50 com recursos dos pioneiros católicos.

O mobiliário e a Arte Sacra são obras de Dirceu Rosa.

Na parte externa a Via Sacra é uma criação do artista Aristeo Piovesan. São obras em metal e retrata a crítica nos dias de hoje.

http://turismoregional.com.br/lugar/via-sacra-do-santuario-diocesano-de-cianorte/

Igreja Sagrada Família: Visita imperdível, a Paróquia Sagrada Família tem arquitetura moderna e arrojada com obras em metal do artista plástico Aristeo Piovesan como a Via Sacra.

Caminho da Cruz 

Localizada na Praça Osvaldo Cruz, retrata o trajeto seguido por Jesus até o Monte Calvário e conta com via sacra, Poço de Jacó e ambiente para meditação e oração. Responsável: Associação Assistencial e Promocional Rainha da Paz.

Horário de Funcionamento: 8h – 18h, para visitas mediante agendamento, com  Rainha da Paz (44) 3629-4645

Memorial 500 anos

O monumento foi criado pela arquiteta Rosalice Ioshini Uehara em homenagem aos 500 anos do Brasil. Localizado próximo à rodoviária, a obra representa a mistura das raças que construíram o nosso país. Cada um dos três pilares que sustentam o mapa do Brasil é representado pela figura do negro, do português e do índio. As cores verde e dourado foram escolhidas por conta da grande riqueza natural e prosperidade existente no país.

Praça Francisco Kanô

Planejada para homenagear os imigrantes japoneses, a praça recebe o nome do advogado Francisco Kanô que fez parte da Câmara Municipal no mandato de Ramon Máximo Schulz (1963-1968). Conhecida pelos cianortenses como a “Pracinha do Japonês”, foi construída em meados dos anos de 1980, inspirada nos espaços públicos orientais constituídos por pedras, lago, pagode (torres sobrepostas com múltiplas beiradas), jardins e pontes. A vegetação é um misto de plantas japonesas e brasileiras. A tranquilidade e os detalhes orientais deixam a praça graciosa e encantadora.

Pátio Colonial

Situado nas antigas instalações da Companhia Melhoramentos Norte do Paraná, o prédio passou por transformações arquitetônicas para o estilo colonial. Além da beleza externa, possui galeria comercial, restaurante, pizzaria e cafeteria. No interior, conta ainda com amplo pátio gramado.

Parque Cinturão Verde

Criado em 28 de abril de 2000, pela lei municipal 2.067, o Parque Cinturão Verde é uma Unidade de Conservação de Proteção (Reserva das Perobas) Integral composta por 313 hectares de Mata Atlântica. O parque circunda toda a cidade abrigando animais silvestres como macacos, quatis, cobras, ouriços, lagartos, pássaros, tamanduás e jaguatiricas.

É a segunda maior reserva florestal urbana do país e um dos poucos remanescentes da grande floresta que cobria quase toda a região noroeste do Paraná. Pelo interior da floresta, foram construídas trilhas como a Trilha da Peroba e a do Fantasminha. Já na beira de toda a extensão do Parque, há pistas de caminhadas que são um convite à prática de hábitos saudáveis em meio à natureza.

Trilha das Perobas: A árvore símbolo de Cianorte tem uma trilha só dela. São mais de 30 exemplares da espécie, sendo algumas delas centenárias. São 620 metros de extensão.

Festivais
No calendário anual, além de eventos, como a Pedalada Cultural, desfiles cívicos-militares, Semana Cultural, programação natalina e exposições, a cidade conta com a Festa Literária, em junho; Festival de Dança, em setembro; e Festival de Violeiros, em outubro. Em julho, para comemorar o aniversário do município, ainda acontece uma série de shows gratuitos com artistas de renome nacional.

EXPOVEST
Duas vezes por ano a cidade se torna palco de uma das maiores feiras do vestuário do país. Nelas, são lançadas as coleções primavera/verão e outono/inverno. Lojistas do país e do exterior buscam nas passarelas e vitrines as últimas tendências da moda.

CIAFLORA – Feira das Flores
Os apreciadores de flores e plantas não devem deixar de visitar Cianorte, principalmente em setembro, quando acontece a CIAFLORA, maior feira do segmento da região, que reúne dezenas de expositores regionais.

Caminhada Internacional na Natureza
Com pouco mais de 10 km, o percurso da Rota da Pedreira, em Vidigal, que acontece há dois anos, já é um dos que reúne mais participantes do estado. O caminho passa pela pedreira desativada, cachoeiras, pontes, construções antigas e oferece paisagens exuberantes. Conta com café da manhã, no ponto de partida, e almoço, na chegada, tudo com o sabor da roça.

Turismo Rural e Cultural

É imperdível conhecer o Circuito Caminhos da Natureza com Sabor.

Seus atrativos culturais são representados por igrejas e artes sacras, em especial o Santuário Eucarístico Diocesano e integram o Circuito da Fé. Neste passeio guiado, o turista pode conhecer as cinco paróquias da Cidade, cada uma com a sua arquitetura e história..

http://turismoregional.com.br/lugar/circuito-rural-de-cianorte/

 

Galeria de fotos

Publicidade

Datas comemorativas

  • Padroeira Nossa Senhora de Fátima13 de maio
  • Aniversário Município26 de julho

Eventos

  • Expovest Outono-Invernomarço
  • Pedalada Cultural de Cianorte maio
  • Flicia - Festa Literária de Cianorte junho
  • Expovest Primavera Verão julho
  • Festividades Aniversário de Cianorte julho
  • CIAFLORAsetembro
  • Feira de Moda Alto Verão setembro
  • Caminhada Internacional na Natureza “Rota da Pedreira” outubro
  • Festival de Violeiros de Cianorte outubro
  • Semana Cultural outubro