OMT: “Brasil é um exemplo de como o turismo pode transformar vidas”

Publicidade

O secretário-geral da Organização Mundial do Turismo (OMT), Zurab Pololikashvili, destacou nesta quarta-feria (27.05) as potencialidades turísticas do Brasil e como essa vocação será importante na recuperação do país após a pandemia do novo coronavírus.

Em um vídeo publicado no Twitter e no Instagram da entidade, Zurab Pololikashvili citou o Brasil como exemplo na adoção de medidas voltadas ao fortalecimento do turismo. “O Brasil é um país de espírito único, de imensas riquezas culturais e naturais, e é um exemplo de como o turismo pode transformar vidas. O Brasil colocou o turismo como um de seus pilares para o desenvolvimento. A OMT apoia essa visão, na certeza de que o turismo irá liderar a recuperação e criar oportunidades para todos”, disse.

O Ministério do Turismo brasileiro mantém permanente contato com representantes do setor e outros órgãos públicos para promover ações de enfrentamento a impactos da pandemia. As medidas desenvolvidas incluem, por exemplo, a Medida Provisória 936, voltada à manutenção de empregos, que contempla demandas do segmento encaminhadas à Pasta da Economia.

Em conjunto com o Ministério da Justiça e da Segurança Pública, o Turismo elaborou MP que define regras para remarcações e cancelamentos de serviços turísticos e culturais. O MTur também publicou portaria que facilita o acesso a crédito do Fundo Geral de Turismo (Fungetur) por empresas do ramo, que dispõem de um total de R$ 5 bilhões em empréstimos, previstos na MP 963.

RETOMADA – Iniciativas organizadas pelo MTur também miram a volta à normalidade. Neste sentido, o órgão desenvolve a campanha “Não cancele, remarque!”, que busca proporcionar a manutenção de pacotes e serviços contratados e garantir a preservação de empregos. A Pasta também lançou o selo “Turista Protegido”, primeira etapa de um programa que criará protocolos de segurança sanitária e de boas práticas para cada um dos segmentos do setor.

O selo integra o Plano de Retomada do Turismo Brasileiro, coordenado pelo MTur, que busca minimizar efeitos da Covid-19 e preparar o setor para um retorno gradual. O órgão já trabalha uma série de ações para o pós-pandemia, articuladas em conjunto com os setores público e privado. Além de preparar uma campanha de estímulo a viagens domésticas, o órgão pretende estruturar o turismo rodoviário, a partir da integração com outros modais de transporte, facilitando a realização de roteiros integrados por viajantes.

Fonte: Ministério do Turismo