Paraná tem vários municípios com poucos habitantes, mas cheios de encantos

Publicidade

Das 399 cidades do Paraná, 102 têm menos de cinco mil habitantes. Outro tanto são municípios que se situam com pouco mais de dez mil moradores. E uma porção menor concentra 20 mil habitantes. Mas, isso não quer dizer que estas cidades não tenham seus atrativos, charmes e encanto. Embora pequenas, são cidades que se esforçam por apresentar um potencial turístico, principalmente voltado à própria região.

A maioria, por ter vocação agrícola e estar perto da natureza, exploram estes detalhes, como Pérola, que por estar cercada por rios e riachos tem diversas piscinas naturais espalhadas por todo o município. As águas cristalinas e correntes das piscinas e a vegetação que cerca o local atraem os turistas e fortalece o turismo rural.
Também temos Altônia, que serve de porta de entrada para o Parque Nacional de Ilha Grande, no Rio Paraná, ou Mariópolis, que no outro extremo, se tornou uma das capitais da uva do Paraná.

Todas contam com boa estrutura e estão relativamente próximas de grandes cidades, que dão o apoio turístico necessário. No Noroeste, Maringá, Paranavaí e Umuarama dão o suporte preciso. No Norte, Londrina se destaca. No Oeste, Foz do Iguaçu e Cascavel são referência para os municípios menores. No Sudoeste, Pato Branco e Francisco Beltrão.

Crescimento
O Paraná registrou em 2019 crescimento no número de empresas e guias no Cadastur – sistema do Ministério do Turismo de cadastro de pessoas físicas e jurídicas que atuam no setor. Segundo dados do Ministério, em 2018 eram 5.097 empresas cadastradas. Em 2019 o número passou para 6.280, um crescimento de 23,2%.

Os números mostram que, do percentual de aumento, 28,8% são novas agências de turismo. Também, o número de meios de hospedagens inscritos no Cadastur cresceu quase 25% no ano passado em relação ao ano de 2018, acompanhando significativos crescimentos nos outros segmentos, como, organizadora de eventos (38,8%) e transportadora turística (17,6%).

Para realizar o cadastro é só acessar www.cadastur.turismo.gov.br e seguir o passo a passo. O cadastro do Ministério do Turismo é totalmente gratuito.


Pref. de Mariópolis

Mariópolis, Terra da Uva
Localizado no Sudoeste do Paraná, Mariópolis tem pouco mais de 6 mil habitantes e a economia baseada na agricultura e no cultivo de uvas; herança deixada pelos colonizadores vindos da Serra Gaúcha, na década de 1960. Com uma produção anual de aproximadamente 1.200 toneladas da fruta, a cidade é conhecida como “Terra da Uva” e faz do carro-chefe da economia um atrativo turístico. No final de janeiro, tem a Festa da Uva e do Padroeiro São Francisco de Salles recebe aproximadamente 50 mil pessoas.


 

ICMBio

Altônia, da Ilha Grande
Na divisa com o Mato Grosso do Sul e a 120 km do Paraguai, o município de Altônia está na área do Parque Nacional de Ilha Grande, uma Unidade de Conservação Brasileira de Proteção Integral à Natureza. Um dos principais atrativos naturais locais é a Lagoa Xambrê, importante para a manutenção das espécies de peixes do Rio Paraná. De economia diversificada, Altônia é o maior produtor de limão do Estado. A cidade tem cerca de 22 mil habitantes, grande parte descendente de mineiros e nordestinos.


 

Pref. de Planalto

Planalto, rural e acolhedora
Também no Sudoeste, Planalto, de 13,5 mil habitantes, foi incluído no Mapa do Turismo Nacional. Contribuiu para isso as abundantes riquezas naturais, como cascatas, trilhas ecológicas, e áreas de camping que permitem práticas esportivas. Mas, a produção rural também é importante, e explorada para o turismo. No período de safra, é possível acompanhar o processo de fabricação da cachaça diretamente de um mirante interno no Alambique Matraga. O local oferece degustação e compra da bebida.


 

Pref. Pérola

Pérola, joia do Noroeste
Pérola, município de aprox. 13 mil habitantes, fica no Noroeste Paranaense. A cidade tem atrativos, como rodeio e circuito ciclístico. Além deles, trilhas rurais, cachoeira e piscinas naturais proporcionam o melhor do contato direto com a natureza. Pelas trilhas rurais do município é realizado anualmente o Circuito Internacional Vou de Bike. Ciclistas de todo o Brasil e de países vizinhos participam da competição, que faz parte do calendário oficial da cidade. As trilhas podem ser visitadas por turistas durante todo o ano.


Pref. de Terra Boa

Terra Boa, fé, natureza e Japão
O município de Terra Boa, 16,7 mil habitantes, no Centro-Oeste do Paraná, honra o próprio nome e é mesmo um bom lugar para se viver e visitar. Além da natureza, praças, templos e monumentos compõem o roteiro de turismo religioso do município. O Portal da Cidade fica na saída para Campo Mourão e dá as boas-vindas aos turistas e visitantes. Já a Praça do Japão homenageia os pioneiros de origem ou descendência japonesa que ajudaram a construir o município. O prato típico do município é a Costela da Terra.


 

PMBSS

Bom Sucesso do Sul
Como é comum no Sudoeste Paranaense, Bom Sucesso do Sul é formada principalmente por migrantes gaúchos de origem italiana. Junto com os imigrantes ucranianos e alemães, esses pioneiros foram fundamentais ao desenvolvimento do município de pouco mais de 3.200 habitantes. Festas gastronômicas, torneios esportivos e celebrações religiosas estão entre os principais eventos locais. Destaque para o Monumento Cristo da Luz. O local é um mirante que permite uma bonita visão panorâmica.

 

Fonte: Bem Paraná