Paraná Turismo de aniversário – ganha presente!

Publicidade

Por Jacó Gimennes

No processo de comunicação é estratégico promover e zelar pelas marcas institucionais ou empresariais, como parte de formação, promoção e visibilidade da identidade de um lugar, de uma empresa ou de uma outra iniciativa.
No Turismo não é diferente! Quando se fala em Riotur e Santur já há um raciocínio que as ligam à cidade do Rio de Janeiro e ao estado de Santa Catarina.
E no caso do Paraná como se explica a marca no Turismo?
Quando o então Governador Paulo Pimentel criou em 27 de maio de 1969 a Empresa Paranaense de Turismo a denominando de PARANATUR, começava aí a construção da marca do Turismo do Paraná.
Quando em 22 de maio de 1989 o Governador Álvaro Dias extinguiu a Empresa Paranaense de Turismo para criar a FESTUR – Fundação de Esportes e Turismo, não se teve o cuidado de preservar a marca, seja por um dos três motivos: cochilo administrativo, falta de vigilância do trade ou o velho vício de deletar feitos de outros governantes.
O tempo passou e o Paraná perdeu o domínio da marca Paranatur para uma empresa que antevendo o valor patrimonial da mesma, a registrou em seu nome. Perdíamos assim nossa identidade no mundo das marcas turísticas institucionais.
Mas mesmo assim, ainda hoje, visitando a cidade de Primeiro de Maio, no Lago da UHE Capivara-rio Paranapanema, pode-se encontrar placas de sinalização com os dizeres “Terminal PARANATUR” e ao chegar ao Terminal (estrutura estadual vanguardista na época e inaugurada no Governo José Richa), ainda se vê na torre da caixa d’água, a logo da PARANATUR. A título de informação o Estado no Governo Álvaro Dias, transferiu a estrutura do Terminal para o município.
Aí peço licença para usar a primeira pessoa. Como estudioso e pesquisador, nunca aceitei a perda da marca e sempre que possível nas palestras questionava o fato da falta da marca turística paranaense.
Até que em 01/01/2015 o imponderável me fez Presidente da Autarquia Paraná Turismo e um dos meus primeiros atos foi agir com firmeza pela recuperação da marca PARANATUR para o domínio do estado do Paraná.
Fizemos consulta junto ao INPI, constatamos disponibilidade no registro e foi contratada uma empresa para a operação resgate, e finalmente em janeiro de 2018, recebemos a grande notícia pelo deferimento do INPI a favor do Estado do Paraná, através da Paraná Turismo.
Voltando a usar a primeira pessoa, este é o meu presente para comemorar os 23 anos da Paraná Turismo – Autarquia criada em 1995 pelo então Governador Jaime Lerner. Que este gesto de resgate e preservação da memória da marca PARANATUR inspire outras lideranças a zelarem pela memória do Turismo Paranaense como alicerce para se chegar ao status de Paraná Produtor de Turismo.

Que sejamos mais paranistas e possamos conquistar para o Turismo uma pequena parcela do esforço estadual, que fez do agronegócio referência nacional.

Estejam certos de que o Turismo saberá devolver em riquezas esta decisão, afinal, com criatividade, apoio e investimentos pode se ter muitas safras ao ano.
Vamos Nessa!

*Jacó Gimennes, Presidente da Paraná Turismo, fundador da Retur e Cidadão honorário do Paraná.