Registros no Cadastur crescem 38% em três meses

Publicidade

O número de registros no Cadastro dos Prestadores de Serviços Turísticos do Ministério do Turismo (Cadastur) teve um aumento de 38% entre os meses de maio e julho deste ano. O acréscimo se deve, principalmente, à necessidade do documento para a emissão do selo “Turismo Responsável” e para a solicitação de financiamentos de parte dos R$ 5 bilhões via Fundo Geral do Turismo (Fungetur). Atualmente, o sistema conta com mais de 110 mil empreendimentos do setor formalizados junto ao Ministério do Turismo.

Além do acesso aos principais programas do MTur, o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, destaca as ações de sensibilização realizadas pela equipe da Pasta para o expressivo crescimento. “O Cadastur é um programa fundamental para ampliar a oferta de segurança e confiança aos nossos turistas dos serviços turísticos ofertados em todas as regiões do país. Confere também aos estabelecimentos e profissionais credibilidade com a regularização. É um ganho para o Brasil e para o cidadão, principalmente neste momento que passamos”, finalizou.

Quando levamos em consideração a distinção dos cadastros por segmentos, as empresas organizadoras de eventos foram as que mais registraram crescimento – 13% -, chegando a cerca de 5.800 empreendimentos. Os meios de hospedagens tiveram um incremento de 7%, atingindo mais de 14 mil unidades regularizadas. O sistema incorporou ainda mais de mil agências de viagens em todo o país, totalizando 31.686 unidades regularizadas: aumento de 3,7%.

Os últimos doze meses também foram positivos para o Cadastur. Mais de 20 mil prestadores de serviços turísticos foram registrados, um aumento de 22%. A maioria dos programas e ações do Ministério do Turismo voltados para os municípios e empreendedores, como o financiamento de projetos, exige o número do Cadastur. Além de ofertar vantagens e oportunidade de negócios, a plataforma também é uma importante fonte de consulta para os turistas, que podem verificar a situação de cada prestador ou empresa que preste serviços turísticos no seu estado. O cadastro é feito de forma totalmente online e gratuita.

O sistema, obrigatório para sete segmentos – agências de turismo, meios de hospedagem, organizadoras de eventos, parques temáticos, acampamentos turísticos, transportadoras turísticas e guias de turismo -, tem como objetivo promover o ordenamento, a formalização e a legalização do setor. O número do Cadastur precisa ser renovado a cada cinco anos para os guias de turismo e a cada dois anos para as demais atividades.

Fonte: Ministério do Turismo