Sebrae/PR e Fecomércio PR lançam iniciativa para apoiar retomada do turismo regional no Estado

Publicidade

A estratégia faz parte de um programa de regionalização do turismo e contempla as orientações do Decreto nº 5925/2012. Os trabalhos já estavam previstos desde o fim de 2019, mas com o início da pandemia, o cronograma precisou ser revisto. Agora, diante do cenário de gradual retomada das atividades, a iniciativa oferece possibilidade de profissionalização, capacitações e melhoria em aspectos como gestão, liderança e representatividade institucional para fortalecer as 14 IGRs do Paraná.

Na programação, está prevista a oferta de 120 horas de consultorias gratuitas e individualizadas para os membros das IGRs, compostas por diagnóstico de gestão, plano de ação e monitoria de resultados, além da realização de pelo menos três workshops sobre liderança e representatividade política e regional das IGRs. No trabalho, estarão envolvidas as principais representações de turismo de cada região, além de consultores do Sebrae/PR e técnicos da Fecomércio PR.

No Paraná, o Programa de Regionalização do Turismo já tem 17 anos de trajetória. Desde o início, o Estado trabalha para fortalecer e dar mais visibilidade às regiões turísticas, divididas atualmente em: Litoral; Rotas do Pinhão; Campos Gerais; Norte Pioneiro; Norte do Paraná; Vale do Ivaí; Ecoaventuras, Histórias e Sabores; Corredores das Águas; Entre Matas, Morros e Rios; Cataratas do Iguaçu e Caminhos ao Lago de Itaipu; Riquezas do Oeste; Lagos e Colinas; Terra dos Pinheirais e Vales do Iguaçu.

Em cada região, as IGRs são compostas por representantes que atuam para melhorar a articulação e interlocução entre poder público, iniciativa privada e sociedade civil. Com o início desta ação proposta pelo Sebrae/PR, Fecomércio PR e Paraná Turismo, a expectativa é que esse trabalho seja ainda mais fortalecido.

Os trabalhos previstos são embasados no Decreto nº 5925/2012, que instituiu o Certificado de Reconhecimento das Instâncias de Governança Regional de Turismo do Paraná e, também, no Masterplan Paraná Turístico 2026, um pacto que traça direcionamentos estratégicos para o turismo estadual. O objetivo é concluir o cronograma de atividades até outubro deste ano.