Breve histórico da RETUR

Professor Jacó Gimennes é o fundador da Rede de Turismo Regional, presidindo a entidade até 2014. Em 2015 assumiu a Presidência da Paraná Turismo, prestando também grande contribuição para o estado e deixando como legado o Masterplan – Paraná Turístico 2026.

Tudo começou assim…

1998 é realizado em Campo Mourão (PR) o I Seminário Estratégico “Rede de Turismo Regional”; com foco no fomento das oportunidades pelo Turismo e com o surgimento dos empreendimentos do Turismo Rural. Alguns hoje são consolidados no mercado, a saber: Fazenda Água Azul Ecoturismo/Fênix, Pousada A Fazendinha/Campo Mourão e Pousada Parque das Gabirobas/Roncador.

1999 é realizado em Campo Mourão – PR o II Seminário Estratégico “Rede de Turismo Regional”. A iniciativa foi histórica, como alicerce para respaldar o processo de criação de cursos Pró-Turismo em Campo Mourão, a saber: FECILCAM (Graduação e Pós-graduação em Turismo e Meio Ambiente), CEFET (Graduação em Tecnologia do Meio-Ambiente, com ênfase em Turismo em Áreas Naturais) e CIES (Graduação em Turismo Rural);

2000 é organizado o GETER – Grupo de Empreendedores do Turismo no Espaço Rural, com o propósito de divulgação, promoção e comercialização de forma compartilhada, que ganhou o caráter de uma verdadeira Escola para Empreendedores do Turismo Rural. A iniciativa ganhou ampla visibilidade com edição de mapas indicativos de lazer e participação em feiras. Hoje este programa avançou para o Mais Rede Empresarial.

*Cabe registrar que o GETER foi e tem sido objeto de monografias e teses acadêmicas pelo significado histórico na integração empresarial rural em uma Rede de Negócios do Turismo.

2003 no dia 30 de maio é institucionalizada com o CNPJ 05.759.641/0001-48 e em *06 de outubro é reconhecida como OSCIP – Organização da Sociedade Civil de Interesse Público;

2003 de maneira pioneira, sendo anterior ao Programa Nacional de Regionalização, organizou as bases para o surgimento do PROJETO COSTA RICA (municípios ribeirinhos em trecho dos Rios Paranapanema e Paraná);

2004 desenvolve metodologia em Educação para Turismo com o Projeto “Agentes Mirins – Guias do Amanhã”, com escolares de 10 a 12 anos despertados pela cidadania através do Turismo Sustentável;

2005 desenvolve programas com os pescadores e ilhéus do rio Paraná com ações no Porto Maringá (Marilena), Porto São José (São Pedro do Paraná), e Portos: Dezoito, Felício, Brasílio e Natal (Querência do Norte), resultando a organização de duas novas colônias de pescadores Z09 e Z10;

2006 inicia o Projeto Corredor do Ivaí, com a visão de um eixo de integração com os municípios que margeiam este importante rio paranaense. Esta iniciativa conquistou junto à Assembleia Legislativa do Paraná a Lei nº 15666/2007 instituindo 21 de abril como o “Dia Estadual do Rio Ivaí”, iniciativa do Deputado Douglas Fabrício;

2007 em conjunto com a UEM-CRN, SICREDI, COPAGRA e UNESP, desenvolveu o programa para formação de Líderes da Sustentabilidade, na região do Projeto Costa Rica;

2007 assume, implanta e estrutura o funcionamento da IGR-Instância de Governança Regional para a Região Noroeste do Paraná, na época com 115 municípios, com a valorização das águas doces de seus rios, resultando na denominação atual de região Corredores das Águas;

2007 recebe reconhecimento de Utilidade Pública do Município de Diamante do Norte-PR;

2008 recebe reconhecimento de utilidade pública do Município de Querência do Norte-PR;

2009 no processo de auditoria das Instâncias de Governanças Regionais do Paraná, desenvolvido pela SETU-SEBRAE com a empresa Brain – Bureau de Inteligências Corporativas, destaca-se entre as melhores práticas nas áreas: Cultura da Governança, Estrutura da Governança, Planejamento Estratégico e Marketing e Relacionamento, com destaque na área de Marketing, Relacionamento e na área de Planejamento Estratégico, tendo como pontos fortes: Estrutura Física e Humana da Instância, Facilidade de Comunicação, Credibilidade e o Presidente da Instância com grande rede de contatos;

2010 recebe reconhecimento de utilidade pública do Município de Maringá (PR).

  • Esta caminhada inspirou a criação da Lei Estadual nº 17.172, que instituiu a data de 06 de outubro, como reconhecimento histórico da data do credenciamento da RETUR, como o Dia do Turismo Regional. Uma conquista pioneira no Brasil e que precisa enraizar junto aos empreendedores e municipalidades, o sentimento que nós podemos mais turisticamente.
  • Da condição de uma região de turismo emissivo ou de simples corredores de passagens de turistas, hoje o Noroeste ganha destaque com os Hotéis Fazenda, Pousadas rurais; Pousadas e serviços beira-rios; Hospitalidade urbana com hotéis, restaurantes, bares e similares; Agendas culturais; Eventos diversificados e é conhecida como o Litoral das Águas Doces.